Jornada @Participar +

Jornada @Participar + Mostra @participar+ promovida pelo Centro de Formação Francisco da Holanda   Participação do AEPAS na partilha de práticas, técnicas, processos e atividades integrantes do Plano de Ação do Agrupamento – Biblioteca Escolar...

Quadro Excelência Mérito e Reconhecimento e Mérito 2021/22

Quadros de Excelência, Mérito e Reconhecimento e Mérito 2021/2022   Quadro de Mérito Quadro de Reconhecimento e Mérito  Quadro de Excelência

AEPAS – Projeto “Las Mugeres como Agentes de Cambio”

AEPAS – Projeto “Las Mugeres como Agentes de Cambio”  Mobilidade a Portugal em maio foi uma das últimas atividades do Projeto O projeto Erasmus+ Educação e Formação “Las Mugeres como Agentes de...

“Diversity and culture make the UNION”

“Diversity and culture make the UNION” Project code: 2019-1-HR01-KA229-060859_4 Dates: May 31st - June 2nd 2022 Mobilidade a Espanha (Ceip Andrés Bernáldez em Los Palacios y Villafranca - Sevilha) No âmbito do projeto Erasmus +...

Artigos

AEPAS – Projeto “Las Mugeres como Agentes de Cambio”

AEPAS – Projeto “Las Mugeres como Agentes de Cambio”

 Mobilidade a Portugal em maio foi uma das últimas atividades do Projeto

AEPAS – Projeto “Las Mugeres como Agentes de Cambio”

O projeto Erasmus+ Educação e Formação “Las Mugeres como Agentes de Cambio”, em implementação no AEPAS, encontra-se já em fase de conclusão, terminando a 31 de agosto do corrente ano letivo.

Iniciado a 1 de setembro de 2020, direcionado apenas para alunos do 3º ciclo e tendo como tema a igualdade de género, este projeto permitiu um trabalho em parceria com escolas da ilha espanhola da Gran Canaria, da Alemanha, da França e da Grécia, contribuindo para o aumento de conhecimentos não apenas sobre a cultura e tradições destes países, como também sobre o seu sistema de ensino, das suas práticas letivas e escolares. Simultaneamente, favoreceu um desenvolvimento cívico e linguístico dos participantes e o reforço da tomada de consciência da existência de estereótipos de género e a necessidade de os ultrapassar, não só pelos elementos do sexo feminino, mas por toda a comunidade educativa em geral.

Durante 24 meses, tempo de duração deste projeto, foram levadas a cabo uma variedade de atividades e desenvolvidos trabalhos que envolveram um total de 31 alunos orientados por uma equipa de 5 professores do AEPAS. De entre as várias atividades desenvolvidas destacam-se as mobilidades físicas.

No passado mês de maio tivemos a oportunidade de nos tornarmos anfitriões e receber no nosso Agrupamento as equipas dos vários países.

Durante cinco dias os participantes no projeto puderam desenvolver atividades relacionadas com o tema e usufruir da estadia em Guimarães. Iniciando com uma atividade de icebreaking, alunos e professores participaram na visita ao centro histórico de cidade, tendo sido recebidos no Salão nobre da Câmara Municipal pela vereadora e Vice-presidente Drª Adelina Pinto. Depois da visita guiada ao centro histórico, ao Castelo de Guimarães, ao Palácio dos Duques de Bragança, à estátua da Mumadona, rumaram até à escola sede onde foram recebidos com esplendor ao som do Hino do Agrupamento cantado pelos auxiliares de Ação Educativa e alguns alunos. Esta mobilidade organizada pelo AEPAS contou ainda com atividades de apresentação do espaço escolar, palestras dinamizadas pelos discentes, exposições e uma versão em inglês da peça “Violeta” que versa a temática da violência doméstica e foi levada a palco pelo Clube Atelier de Teatro. Foram igualmente realizadas visitas ao Santuário do Sameiro em Braga, ao Museu do Traje e Santuário de Santa Luzia em Viana do Castelo, ao Museu dos Bilros e da Nau Quinhentista em Vila do Conde, uma caminhada refrescante pela Serra do Gerês e, inevitavelmente, uma subida de teleférico até à Serra da Penha onde foi possível usufruir da paisagem deslumbrante sobre a cidade de Guimarães e da visita guiada pelos recantos e segredos desta serra.

Ao trabalhar nestes projetos, os nossos alunos, professores e toda a comunidade educativa em geral, aprenderam mais sobre a Europa, sobre as diferenças e semelhanças dos diversos backgrounds culturais e linguísticos, refletiram sobre uma temática atual e pertinente, sendo também incrementada uma atitude ainda mais positiva face à Europa e à cada vez mais premente necessidade de união, cooperação e solidariedade entre os países deste continente.

A Coordenadora dos projetos Erasmus +

Elisa Melo Silva